"[…]quem elegeu a busca não pode recusar a travessia”

Guimarães Rosa

A Casa de Sofia nasceu exatamente da vivência e dos estudos acerca desses significados para a vida. É um espaço terapêutico para o desenvolvimento do indivíduo que procura uma expressão e um funcionamento psíquico-corporal mais saudáveis. É um lugar para o autoconhecimento, que é a entrega a um processo árduo, profundo, libertador e de lapidação constante, para que sua sabedoria interna seja sempre sua morada e seu guia.
 

Na entrada do oráculo de Delfos, lia-se a inscrição: “Conhece-te a ti mesmo”. O caminho para descobrir o que se buscava, iniciava-se, antes de tudo, em conhecer a si profundamente. Era a partir desse saber que as respostas seriam reveladas. Sem o autoconhecimento não haveria a paz com o passado, nem a compreensão do presente e muito menos a perspectiva de futuro.

Para a compreensão dessa descoberta, é preciso estar atento à palavra Sofia, de origem grega, que significa “sabedoria”, “sábio”. Em latim, derivou-se em “sapere” que também tem correspondência com outro significado que é “sentir”. Em algumas tradições filosóficas e espirituais, Sofia é o equivalente à Alma, um dos aspectos femininos do Sagrado que revela a luz que dissipa as trevas. A luz é o conhecimento que nos liberta da cegueira, da ignorância e do não saber.

Desde os primórdios da existência humana, a busca pelo conhecimento é intrínseca à sua jornada. Nossa evolução perpassa pelo domínio de técnicas básicas de sobrevivência, pelo desenvolvimento tecnológico, pelos questionamentos filosóficos e pela expressão artística e espiritual. Somos seres complexos e multifacetados, capazes de superar as condições mais adversas usando  desde nossos instintos mais primitivos  ou os nossos sentidos mais sutis para atingir um estado de plenitude.

Conhecer a si mesmo, ter a ciência do seu Ser é tornar-se sábio, ou seja, é ser capaz de compreender e integrar todos os aspectos de seu Self e de sua história. É tomar posse de seu destino através da Consciência.

Patricia Costa Leite
Terapeuta 

Patrícia Costa Leite, fundadora, idealizadora e psicoterapeuta da Casa de Sofia, é formada em Letras, pela UNESP e, nessa primeira formação, interessou-se especialmente pelo diálogo entre Literatura e Psicanálise. Em 2014, iniciou seus estudos na área terapêutica em um curso de Psicologia Transpessoal  Aplicada, dedicando-se, a partir desse momento, ao conhecimento e à habilitação em diversas terapias integrativas, como Renascimento, Terapia Florais do Cerrado e como facilitadora das Cartas Associativas OH. Além de ser especialista em Psicoterapia-Corporal em Análise Bioenergética pelo Instituto de Análise Bioenergética de São Paulo, filiado ao IIBA (International Institute for Bioenergetic Analysis).
Desde 2015, sua clinica acolhe a todos que buscam autoconhecimento e uma saúde mental mais equilibrada. Conduz atendimentos individuais e em grupos, ajudando a construir, junto de seus pacientes, recursos mais saudáveis e conscientes sobre os temas a serem tratados.

I

"O caminho para descobrir o que se buscava, iniciava-se, antes de tudo, em conhecer a si profundamente. Era a partir desse saber que as respostas seriam reveladas. Sem o autoconhecimento não haveria a paz com o passado, nem a compreensão do presente e muito menos a perspectiva de futuro."

Casa de Sofia - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por B2K Marketing